A importância dos indicadores de gestão em RH

Tempo de leitura: 5 minutos

Hoje em dia fala-se muito sobre indicadores de gestão, porém, nem todo mundo sabe bem o que são ou para o que servem.

Nesse artigo vamos falar do que se trata e mostrar o quanto eles podem ser importantes para otimizar a rotina e a gestão em RH.

Se você pensa em aplicar indicadores na sua gestão e deseja saber mais a respeito, está no lugar certo. Continue a leitura, tire suas dúvidas e vá em frente!

Porque medir suas ações?

É importante entender que toda ação gera uma reação, e que se esses resultados não forem medidos, todo um planejamento corre o risco de ser desperdiçado.

O uso dos indicadores tem por finalidade apontar se a gestão está perto ou longe do seu objetivo e o que é preciso fazer para alcançá-lo. Os indicadores de gestão possibilitam acompanhar o andamento de processos, identificar quais atividades estão tendo o efeito esperado e quais precisam ser ajustadas.

Para melhores resultados, o RH precisa ter uma visão ampla das áreas da empresa, assim saberá definir quais informações servirão como base de suas ações – nesse momento a participação dos gestores de cada setor é bem-vinda e de grande relevância. A partir disso, será possível criar os indicadores que serão acompanhados e analisados até o final da ação, com o propósito de buscar melhorias para todas as rotinas de trabalho.

Como saber quais indicadores usar no RH?

Tomar decisões baseadas em dados tem sido uma prática muito utilizada no setor de RH. Os gestores estão percebendo que através dos indicadores é possível compreender em que situação a empresa está, o que é preciso fazer para corrigir falhas ou até mesmo comprovar ganhos já obtidos, como por exemplo: algum investimento feito ou o aumento da satisfação e engajamento das equipes.

É preciso que os indicadores estejam diretamente alinhados ao planejamento estratégico da organização. A maior parte está ligada a processos internos, veja alguns exemplos:

Produtividade

Para medir o nível de produtividade de um colaborador ou equipe são considerados, a quantidade produzida dentro do prazo, a qualidade do serviço executado, a otimização de processos resultando na redução de custos, entre outros. Dessa forma é possível identificar a quantidade produzida em um determinado período e fazer comparações com períodos ou meses anteriores, dentro dos resultados o gestor pode traçar metas e incentivos para as equipes.

ROI em Treinamentos

Mensura o quanto os investimentos em treinamentos e qualificação colaboram na redução de falhas, atrasos, retrabalhos e acidentes, uma vez que a capacitação dos colaboradores está diretamente ligada ao seu desempenho. Dessa forma, é possível comparar as despesas ou prejuízos evitados aos valores investidos na qualificação das equipes.

Para entender melhor como usar esse indicador, clique aqui.

Clima Organizacional

Tem como objetivo captar a percepção do colaborador sobre o ambiente em que atua e classificar o nível de satisfação dele. Essas informações podem ser obtidas por meio de pesquisas e geralmente são levantadas questões como: oportunidades de crescimento profissional, disponibilidade de ferramentas para execução das atividades diárias, remuneração e benefícios, capacitação e qualificação, reconhecimento e valorização do funcionário. A análise destas informações permite reestruturar estratégias, fomentar as que estão dando certo e ajustar as que precisam de melhorias.

Absenteísmo

Mede o índice de faltas e atrasos dos colaboradores, além de permitir identificar a causa de cada um deles. Os motivos podem estar relacionados a própria empresa, como as condições de trabalho, falta de perspectiva ou até mesmo de cunho pessoal, como depressão entre outros. Ausências e atrasos podem gerar queda no rendimento da equipe. Esse indicador pode mostrar o quanto e o que a empresa perdeu com essa baixa na produtividade devido às horas improdutivas da equipe.

Os gráficos abaixo ilustram com riqueza de detalhes como pode ser feito o monitoramento do absenteísmo. 

 

Turnover (rotatividade de pessoal)

Compara o número de entradas e saídas de colaboradores de uma empresa, em um determinado período. A alta rotatividade gera custos adicionais para a empresa, com rescisões contratuais ou com novas admissões. O seu objetivo é apresentar os números relacionados a entrada e saída de funcionários bem como o prejuízo causado com o alto nível de substituições e como isso pode impactar negativamente na saúde organizacional.

Como implantar indicadores para a sua gestão?

Como podemos ver, os indicadores podem fornecer informações extremamente úteis para uma gestão eficiente. Outra boa notícia é que empresas de qualquer segmento tem a possibilidade de utilizá-los e acompanhar seu desdobramento em tempo real, o que é uma vantagem enorme, já que por conta disso as informações passam a ser mais confiáveis.

Para facilitar a sua implantação, existe o Business Intelligence, com soluções adequadas para cada tipo de negócio. O BI coleta, transforma e entrega informações relevantes através dos indicadores de forma inteligente e de fácil compreensão, permitindo tomadas de decisões e realização de ações fundamentadas na real situação da empresa.

Para saber mais sobre indicadores de gestão e soluções de BI, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos!

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Receba nossa newsletter