Business Intelligence: Quatro formas de usá-lo para aumentar a retenção de alunos

Em um mercado cada vez mais competitivo, as atenções não devem estar voltadas somente na captação de novos alunos. Controlar a evasão escolar e direcionar esforços para reter os alunos que já estão matriculados é uma boa estratégia para garantir a solidez financeira da sua instituição de ensino. Uma ótima forma para definir essas estratégias é usando as ferramentas de Business Intelligence, que fornecem relatórios com muito mais agilidade e assertividade para as tomadas de decisões.

business intelligence

É muito comum as instituições de ensino desenvolverem ações incríveis para a captação de novos alunos, com excelentes resultados. De acordo com o último Censo da Educação Superior no Brasil, em 2015 2,9 milhões de alunos entraram em cursos de graduação presenciais e a distância, o que representa uma queda de 6,1% em relação a 2014.

Porém, é necessário também desenvolver estratégias para a manutenção dos alunos matriculados, pois, em muitos casos, manter um aluno sai muito mais barato que captar novos alunos. Por isso, entender os motivos que levam os alunos a deixarem a instituição de ensino, permite que as instituições criem ações preventivas que minimizem a evasão escolar.

Os motivos e desistências são muitos, mas as análises de algumas informações podem contribuir na retenção dos seus alunos atuais. O uso de ferramentas de Business Intelligence auxilia essa análise, transformando-a num processo muito mais fácil, rápido e assertivo. Vejamos algumas formas de usar o BI para reter os alunos:

Acompanhamento de notas

Estar atento ao desempenho acadêmico dos alunos é essencial para identificar possíveis causas que podem estar influenciando no baixo desempenho deles. Muitos estudantes costumam abandonar as instituições de ensino por conta desse motivo. As notas baixas podem estar relacionadas a uma série de fatores que permitem ser revertidos através de um trabalho personalizado, como por exemplo, aulas de reforço na matéria que o aluno tem mais dificuldade.

Vale lembrar que um outro motivo bastante comum pode estar relacionado com a escolha do curso errado (válido para instituições de ensino superior). E nesse caso, um acompanhamento com profissionais adequados pode ajudar o aluno a escolher o curso certo, que muitas vezes é ofertado pela própria instituição.

Acompanhamento de faltas

O número excessivo de faltas e atrasos de determinados alunos pode estar relacionado a uma série de fatores, como por exemplo a sua localização e a distância percorrida para chegar nas instituições de ensino. A qualidade do transporte público ou até mesmo a falta de dinheiro também podem estar contribuindo para as faltas e atrasos.

Acompanhar os estudantes que estão com um número excessivo de faltas ou até mesmo com uma frequência considerável de atrasos, pode contribuir na prevenção de evasões escolares.

Com o passar do tempo, alunos que possuem muitas faltas podem se desmotivar e consequentemente cancelar sua matrícula.

Gestão da inadimplência

Como é feito o acompanhamento dos alunos inadimplentes na sua instituição de ensino? Os que se encontram inadimplentes são fortes candidatos a evasão escolar por encontrar dificuldade em manter os pagamentos em dia.

Identificar esses estudantes através de indicadores de gestão e desenvolver um plano de ação para minimizar esse indicador, pode resolver vários problemas em apenas uma análise. Os motivos que os levam a essa situação podem ser muitos, como o desemprego, a dificuldade em conseguir financiamento escolar e, até mesmo, o valor da mensalidade.

Através da análise desses indicadores é possível criar ações que minimizem a evasão escolar por falta de pagamento. É possível, por exemplo, estudar a possibilidade de criar o seu próprio programa de crédito estudantil para os alunos que estão com dificuldade em conseguir o FIES, ou então, criar convênios com empresas para fomentar a oferta de empregos para os estudantes. Outra alternativa seria a isenção de multa e juros para os alunos que de fato passam por sérios problemas financeiros.

Acompanhamento do desemprego

Como dito anteriormente, o desemprego é um dos fatores que leva o aluno a deixar de frequentar as aulas. É muito comum os estudantes assumirem o pagamento de suas mensalidades e a falta de emprego pode fazer com que eles encontrem dificuldade em continuar estudando.

Criar e desenvolver programas que fomentem a integração com o mercado de trabalho através de parcerias com empresas da área, pode contribuir para a inserção ou até mesmo a volta ao mercado de trabalho.

Business Intelligence para instituições de ensino

Para todos esses itens é preciso ter indicadores de gestão que forneçam análises inteligentes que permitam o desenvolvimento de planos de ação para minimizar a evasão escolar. Quando utiliza-se a ferramenta adequada para maximizar os resultados, diminuindo o tempo gasto em geração de relatórios pouco estratégicos, a assertividade é muito maior. Quer entender mais como o BI pode melhorar a gestão da sua instituição de ensino? Leia nosso ebook: “Business Intelligence para instituições de ensino: olhe para as métricas certas!”

E lembre-se: a captação de novos alunos é tão importante quanto a retenção dos que já estão matriculados. Fique de olho nos dados e se antecipe!

Case de Sucesso: Construtora Caparaó

Baixe agora

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Receba nossa newsletter